quinta-feira, 31 de julho de 2014

Salgueiro terá quatro jogadores pendurados contra o Treze-PB

Anderson Paraíba é um dos pendurados do Salgueiro (Foto: Aldo Carneiro)
Na partida contra o Treze, na próxima segunda-feira, o Salgueiro terá quatro jogadores pendurados com dois cartões amarelos. Da lista, que conta com os nomes do goleiro Luciano, do lateral-direito Marcos Tamandaré e dos meias Anderson Paraíba e Valdeir, apenas o último não vem atuando no time titular. O que parece ser um problema para a sequência do campeonato, não incomoda o técnico Fernando Alcântara.  

– Esses jogadores sabem dessa questão de cartão amarelo e isso faz parte do contexto do jogo. E se acontecer (de alguém levar o terceiro cartão) os jogadores que vão entrar estarão preparados – diz o treinador.
Apesar do número de jogadores pendurados, Fernando Alcântara não tem perdido atletas por conta do terceiro cartão amarelo. Dos quatro que compõem a lista, Luciano foi o último a receber o segundo cartão, o que aconteceu na partida contra o CRB, válida pela oitava rodada. Marcos Tamandaré ficou pendurado na sexta rodada, Anderson Paraíba na quita e Valdeir no terceiro jogo do Carcará. 
– Normalmente, elas são conduzidas de forma de conscientização e todos têm o controle sobre os cartões. Mas, dentro de uma partida, tudo pode acontecer – explica Alcântara.
Durante os oito jogos que disputou na Série C, o time do Salgueiro recebeu 17 cartões amarelos e um vermelho, aplicado a Rodolfo Potiguar, na última rodada. 
Por GloboEsporte.com

Sport é líder de vendas no Brasil de uniformes de fornecedora esportiva


(Foto: Divulgação / Sport)
Pouco mais de dois meses após o lançamento da camisa oficial, o Sport surpreendeu a nova fornecedora de material esportivo do clube. Mesmo sem ter contratado o meio-campo Riquelme, espécie de fomentador do marketing do Leão, tornou-se o parceiro que mais vendeu uniformes da marca no Brasil, considerando a data de estreia do padrão. Superou Fluminense, Palmeiras e Flamengo, considerado um dos cinco clubes mais representativos da Adidas no mundo ao lado de Real Madrid, Chelsea, Milan e Bayern de Munique. Além das fronteiras nacionais, os pernambucanos também vão bem. Estabeleceu-se entre os dez que mais vendem no mundo.

Por estratégia de mercado, a fornecedora não divulga a lista mundial, uma forma de evitar que os concorrentes procurem os seus parceiros. De acordo com Rafael Pereira, representante do marketing da Adidas, o número de vendas online foi superior ao esperado.

- O Sport atendeu nossas expectativas. No âmbito online nos surpreendeu. Esperamos que o clube mantenha o bom nível de performance em campo e que em 2015 possamos atingir níveis ainda melhores.

Tentando se firmar entre os clubes que mais vendem camisas, entre os patrocinados pela marca alemã, o marketing rubro-negro decidiu lançar o terceiro uniforme do clube em setembro.

- A ideia é lançar a terceira camisa no início de setembro. Ainda não podemos falar detalhes sobre ela, mas temos certeza de que a torcida também gostará e que será um sucesso de vendas – avaliou o executivo de marketing do clube, Sid Vasconcelos.

Além do lançamento do uniforme, a ideia é apressar a comercialização das roupas de treino, ação que não tem dada para acontecer. E, para alavancar as vendas, o clube projeta a reinauguração da loja localizada na sede do Sport para novembro. De acordo com Sid Vasconcelos, o espaço será reformulado e terá a coordenação da Adidas.

Por GloboEsporte.com

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Santa Cruz entre os 100 melhores públicos do mundo

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em ranking divulgado nesta quarta-feira, o Santa Cruz aparece entre os 100 clubes que mais levaram torcedores ao estádio na última temporada. A pesquisa, realizada pela Pluri Consultoria, levou em consideração times de todo o mundo que participaram de campeonatos nacionais. O Tricolor ocupa a 89ª colocação com uma média de 26,6 mil pessoas por jogo. É um dos apenas dois brasileiros que entraram na lista – o outro é o Cruzeiro, 70º colocado com 28,9 mil no estádio a cada partida.
Esta é a terceira vez que a pesquisa é feita e o Santa é o único brasileiro que apareceu em todas as edições. O time pernambucano tem ainda a maior média de público do futebol brasileiro nos últimos três anos: são 29,3 mil torcedores por jogo.
Os europeus dominam a lista com 78 times, sendo 13 deles os primeiros. O alemão Borussia Dortmund é o primeiro colocado pela terceira vez seguida. O clube teve um público médio de 80,3 mil pessoas por jogo na última temporada, com 100% de ocupação do estádio e todos os jogos esgotados antecipadamente. Depois aparecem o Manchester United com 75,2 mil/jogo e 99% de ocupação e o Barcelona, com 72,1 mil/jogo, mas 73% da ocupação do Camp Nou.
Por Marina Padilha

GOL: Náutico 1 x 0 Icasa

Sem organização, Náutico vence Icasa na base da individualidade

Marinho (D) foi decisivo na partida. Foto: Guga Matos/JC Imagem
O Náutico segue sendo um time desorganizado em campo, sem senso coletivo ou planejamento tático para vencer uma partida. Mesmo assim, conseguiu a vitória nesta terça-feira, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, pela Série B. A individualidade foi o recurso do Timbu para bater o Icasa por 1×0. Marinho foi o fator individual decisivo na partida. Além de comandar as principais jogadas dos donos da casa, fez o gol do êxito. É verdade que o que vale são os três pontos, mas é muito pouco para uma equipe que sonha com o acesso. Se quer chegar ao G4 da Segundona, os alvirrubros precisam de maior poder coletivo.
Com a vitória, o Náutico sobe para a 11ª posição com 18 pontos, enquanto que o Icasa fica em 15º com 15. Essas posições, porém, podem mudar com o complemento da rodada, no fim de semana. Na próxima, o Alvirrubro tem o clássico contra o Santa Cruz, no Arruda. Já os cearenses enfrentam o América-MG, em Juazeiro.
FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 1X0 ICASA
Náutico: Alessandro; Neílson, William Alves, Edvânio e Raí; Gilmak, Elicarlos, Paulinho, Marcus Vinícius (Vinícius) e Marinho (Leleu); Tadeu (Luizinho Melo). Técnico: Sidney Moraes.
Icasa: Fábio; Paulo Henrique, Gilberto, Nayhlor e Zé Carlos; Guídio, Foguinho, Dodó (Aelson) e Alan Eliomar (Alan Mineiro); Vanger e Neílson (Núbio Flávio). Técnico: Leandro Sena.
Série B (14ª rodada). Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Árbitro: Paulo Shleich (Mato Grosso do Sul). Assistentes: Cleriston Clay Barreto (Sergipe) e Leandro dos Santos Ruberdo (Mato Grosso do Sul). Gols: Marinho (N), aos 37 minutos do primeiro tempo. Amarelos: Gilberto (I), Marcos Vinícius (N), Guídio (I), Dodó (I) e Naylhor (I). Vermelho: Paulinho (N) – dois amarelos: Público: 1.860. Renda: R$ 78.695.
Por Thiago Wagner

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Pernambucano Sub-20 tem confrontos das quartas definidos após rodada

Dois jogos fecharam a última rodada da segunda fase do Campeonato Sub-20 na tarde desta segunda-feira. O Pesqueira empatou em 0 a 0 com o Central, no Estádio Joaquim de Britto, mesmo resultado de Porto-PE x Santa Cruz. No sábado, o Serra Talhada venceu o Salgueiro por 1 a 0.
 
Com o fim da fase, Náutico, América-PE, Salgueiro e Vitória-PE foram os classificados do Grupo E, enquanto Sport, Porto-PE, Santa Cruz e Central são os do Grupo F. No próximo sábado, dia 2 de agosto, serão realizadas as partidas de ida das quartas de final, com equipes das duas chaves se enfrentando.
 
O Central encara o Náutico, no Lacerdão; o Porto-PE enfrenta o Salgueiro, no Cornélio de Barros; o Vitória joga contra o Sport, no Carneirão e o Santa Cruz duela com o América-PE, no Arruda. Todos os jogos serão às 15h.
 
 
Por GloboEsporte.com

Náutico com novidades para enfrentar o Icasa

Titulares no último treino antes do jogo contra os cearenses. Foto: Marina Padilha/Blog do Torcedor
Pela 14ª rodada da Série B, o Náutico entra em campo nesta terça-feira contra o Icasa. O jogo é às 19h na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Cada uma das equipes somou 15 pontos na competição até agora. O Timbu, que tem duas derrotas a menos que seu adversário, ocupa a 13ª posição na tabela, uma à frente da equipe cearense.
 
Os alvirrubros vêm de duas derrotas seguidas e estão na bronca com a torcida, devido à campanha irregular nesta temporada. Não bastasse a crise financeira que se instaurou no Clube, dentro das quatro linhas os jogadores ainda não se acertaram como equipe. O meio-campo pouco cria e adianta a bola para dar chances aos atacantes. A defesa, ainda bagunçada, acaba sofrendo o revés dos adversários.
 
Declaradamente insatisfeito com o elenco, o técnico Sidney Moraes já garantiu que vai mudar o time. Quer tirar de campo aqueles que apresentaram baixo desempenho e dar oportunidade aos que ainda não tiveram muita oportunidade de se mostrar. Assim, Edvânio assume a vaga de Flávio, Neílson a de Rafael Cruz, Marcos Vinicius entra no lugar de Vinicius e Marinho no de Leleu.
 
Quando questionado sobre as mudanças, Sidney foi direto: “não estava satisfeito com a equipe, então precisava fazer mudanças. A gente ainda não tem um time experiente para a Série B. Ceará, Joinville e Atlético/GO têm jogadores que estão juntos e prontos há muito tempo”, disse. O técnico ainda reforçou que a crise financeira do Clube dificultou a chegada de reforços de peso, o que complicou ainda mais o trabalho.
 
Icasa – Assim como o Náutico, o Verdão só conquistou uma vitória desde a volta da Copa do Mundo. Ainda soma um empate e uma derrota. O time, que já foi treinado pelo atual técnico alvirrubro, agora conta com um novo comandante – Leandro Sena, 38 anos, ex-América/RN. Sena conseguiu tirar o Mecão da penúltima posição com cinco vitórias, cinco empates e uma derrota durante sua passagem por Natal.
 
Substituindo Tarcísio Pugliesi, o novo treinador promete um time de maior imposição em campo. Quer que na defesa e no ataque o time seja agressivo e tenha maior posse de bola. Disse que essa é a característica que seus times devem adotar e espera que a mudança na postura da equipe comece a valer já nesta terça.
 
 
Ficha Técnica: Náutixo x Icasa
 
Náutico: Alessandro; Neílson, William Alves, Edvânio e Raí; Gilmak, Elicarlos, Paulinho e Marcos Vinícius; Marinho e Tadeu. Técnico: Sidney Moraes
 
Icasa: Fábio, Paulo Henrique, Naylhor, Gilberto e Zé Carlos; Jonathan Lima, Maksuel, Dodó e Alan Mineiro; Vanger e Bruno Nunes. Técnico: Leandro Sena.
 
Série B (14ª rodada). Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Terça-feira (29), às 19h. Árbitro: Paulo Shleich (Mato Grosso do Sul). Assistentes: Cleriston Clay Barreto (Sergipe) e Leandro dos Santos Ruberdo (Mato Grosso do Sul).
 
 
Por Marina Padilha

GOLS: CRB 2 x 2 Salgueiro

domingo, 27 de julho de 2014

Salgueiro segue na cola do G4 da Série C

Na próxima rodada o Salgueiro recebe o Treze no Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com) CLIQUE NA IMAGEM PARA VER EM TAMANHO MAIOR

Após a 8º rodada e empate conquistado em Maceió contra o CRB, o Salgueiro chegou aos 10 pontos e ocupa a sexta posição do grupo A da Série C do Brasileiro. O Carcará chegou a marca de seis jogos sem derrota e ao segundo empate consecutivo pelo placar de 2 a 2. O primeiro foi diante do Crac-GO no Cornélio de Barros.
 
Distante do G4 um ponto e três à frente do rebaixamento, os salgueirenses continuam em busca de entrar de vez na briga pelas primeiras posições. O time jogou oito vezes, foram duas vitórias, quatro empates e duas derrotas. Em nove oportunidades a bola foi parar dentro do gol adversário, porém a defesa sofreu 11 gols, deixando a equipe com um saldo negativo de dois e um aproveitamento de 41,7% dos pontos.

Salgueiro consegue ótimo empate diante do CRB em Maceió

CRB e Salgueiro jogaram na chuva Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz)
De forma brava e guerreira, o Salgueiro conseguiu arrancar o empate por 2 a 2 diante do CRB dentro do estádio Rei Pelé em Maceió. Depois de estar duas vezes atrás no placar, o Carcará mostrou na tarde deste domingo pela Série C do Brasileiro que nunca desiste e que não tem jogo perdido.
 
Na partida que foi válida pela 8ª rodada a rede só balançou na etapa final. Os salgueirenses viram os donos da casa abrirem 1 a 0 com gol de Diego Rosa aos seis minutos. Aos 15 o Carcará empatou com um gol contra anotado por Marcos Vinicius. Jeferson Maranhão voltou a colocar o Galo em vantagem aos 23. O gol de empate do Salgueiro só saiu aos 42 com Vitor Caicó.
 
O resultado deixou o Salgueiro com 10 pontos na quinta posição, provisoriamente. O CRB chegou aos 12 e ocupa a vice-liderança. Na próxima rodada o Carcará recebe o Treze em Salgueiro no estádio Cornélio de Barros, segunda-feira dia 4, às 21h30. O Galo entra em campo no domingo dia 2 para enfrentar o Cuiabá no Mato Grosso às 17h.
 
O JOGO
Jogando em casa, foi o CRB quem tomou a iniciativa do confronto contra o Salgueiro. Logo nos primeiros minutos, Paulo Sérgio tabelou com Clementino, invandiu a área e tocou para Marcelo Macedo finalizar com força e exigir grande defesa do goleiro Luciano. Nos minutos seguintes veio a resposta dos visitantes. Depois de falta cobrada por Anderson Paraíba, Glaydson na tentativa de cortar o cruzamento quase colocou contra o próprio patrimônio.

Com o passar do tempo, o confronto continuou se mostrando equilibrado. Quando um time atacava, a resposta vinha rapidamente. De um lado, Júlio César precisou fazer linda defesa em cabeçada de Raniere para salvar o CRB. Na mesma moeda, também de cabeça, Marcus Vinícius deu trabalho para Luciano.

Depois de uma primeira etapa totalmente igual, no segundo, o CRB foi pra cima do adversário e rapidamente chegou ao gol. Aos seis, Marcelo Macedo fez grande jogada e rolou para Diego Rosa tocar sem chances para o goleiro Luciano. Logo na sequência, o meia chegou ao seu segundo gol, de cabeça, a arbitragem, porém, paralisou a jogada e marcou impedimento. Melhor no jogo, o CRB sofreu um basque, com Marcus Vinicius, que marcou contra, depois de boa jogada de Marcos Tamandaré.

O tento não abalou os mandantes, que seguiram melhores no confronto, fazendo com que o segundo gol fosse apenas uma questão de tempo. Exatos 23 minutos do segundo tempo, quando Paulo Sérgio roubou a bola no meio campo e cruzou para Maranhão estufar as redes. Com a vantagem no placar e com o tempo chegando ao seu final, os jogadores da equipe alagoana recuaram e deram campo para o adversário.


Já aos 42 minutos do segundo tempo, Victor Caicó aproveita bate e rebate e fica com a bola na entrada da área para mandar uma bomba, empatar o jogo e definir o resultado final do confronto.

FICHA TÉCNICA

CRB 2 x 2 Salgueiro 
 
CRB
Júlio César; Paulo Sérgio, Marcus Vinícius, Gabriel e Gleidson (Cristiano); Olívio, Glaydson, Diego Rosa, Alex William (Éder) e Diego Clementino; Marcelo Macedo. Técnico:  Ademir Fonseca
 
Salgueiro
Luciano; Marcos Tamandaré, Arthur, Raniere e Pery; Moreilândia, Victor Caicó, Cássio (Diego) e Anderson Paraíba; Alexon (Valdeir) e Fabrício Ceará. Técnico:  Fernando Alcântara
 
Gols:  Diego Rosa e Jeferson Marranhão (CRB); Marcus Vinícius - contra - e Victor Caicó (Sal)
Cartões:  Luciano (Sal); Paulo Sérgio (CRB)
Local:  Estádio Rei Pelé, Maceió


Com informações da AFI e GloboEsporte.com